Bloguto

Meu passa tempo…

Minha primeira prova de 10km – Perseguido por uma ambulância.

VII Corrida Duque de Caxias

Domingo, 23 de Agosto, acordei super animado para minha primeira prova de 10 km. Estava frio naquela manhã e resolvi chegar mais cedo, não conhecia o local da largada direito e não queria me atrasar. Milicos do “exército” por todo lado, iam montando as barracas e acabando de ajeitar a prova. Olhando à minha volta, percebi que ali só estavam corredores “ fera”, e logo pensei – estou perdido, terei que me empenhar muito nessa prova. De repente, chegaram quatro pessoas com uma camiseta laranja onde estava escrito a seguinte frase:  “turma da baleia corridas de rua”. Então pensei que iria me dar bem com aquela turma, pois iria largar por último e ultrapassá-los facilmente. O menor do sujeitos tinha no mínimo uns 10 kg acima do peso.

No final da concentração, também estava o pessoal da “velha guarda”. Tudo às  mil maravilhas, no meio do pessoal de ritmo mais leve não iria passar  tanta vergonha. Faltando cinco minutos para a largada, o locutor falou: vamos aplaudir o senhor José, de oitenta e cinco anos, que veio nos prestigiar e participará da corrida com os demais atletas. Já se passavam 4 km quando um barulho de carro ia se aproximando e logo pensei – quem seria o inconveniente que furou o bloqueio e que estava na pista da prova? Resolvi olhar para trás e para minha surpresa, quem era? Não acreditava o que estava vendo, era a ambulância do exército fechando a prova. Não podia ser eu o último? Então resolvi olhar novamente e vi que atrás da ambulância ainda tinham meus colegas da “turma da baleia” e alguns corredores, da “velha guarda”.

No segundo posto de hidratação, os milicos já vinham recolhendo a banquinha da água quando gritei – Água!!! Apertando o passo, resolvi impor novo ritmo à prova. Com 5 km veio a grande subida. Olhei para cima e vi umas quarenta pessoas andando e pensei – é agora ou nunca! Inclinei meu corpo para frente, aumentei as passadas e diminuí o ritmo e fui subindo continuamente, ao final da subida meus batimentos já estavam em 187 bpm, quase morto! No terceiro posto de hidratação peguei tanta água que resolvi tomar banho. Na decida já não tinha fôlego mais e fui descendo devagar quando eu escutei alguém gritando: “olha a frente”…!!! Era um bando de selvagens passando por mim correndo como se fossem um estouro de boiada. Não acreditei que todo aquele esforço na subida para passar os quarenta atletas estavam indo literalmente morro abaixo.

Chegando à reta já com o fôlego recuperado, faltavam 3 km para terminar a prova que eu nunca imaginaria, e me passou a “turma da baleia” correndo,  como se fosse Robson Caetano. Não acreditei, os “caras” corriam mais do que eu! Resolvi acompanhar, mas não foi possível, tentei, mas não consegui. E de repente, o barulho do carro vinha novamente e ia me emparelhando ao meu lado. Era ela a ambulância novamente. Virei e falei ao milico que dirigia: não fala que eu sou o último que eu vou desistir! O milico rindo falou – não se preocupe tem uns velhotes lá traz! PUTZ! Velhinhos??? Que vergonha! Faltavam, 2 km para terminar, forças já não tinham mais quando percebi uma perna arrastando, seria a minha? Não!! Eu não acreditava era ele!!! O senhor de 85 anos vinha com uma das pernas com uma joelheira e mancando me passando pela direita… meu Deus que vergonha!!!

Tentei impor meu ritmo para não ficar muito atrás e novamente fracassei. Parecia um bagaço de laranja pisoteado de final de feira! Faltando apenas 1 km, surgiu uma esperança, pois uns quinze corredores estavam em um ritmo bem lento e pensei – é agora ou nunca, em último eu não chego de forma alguma, nem que para isso eu morra infartado na chegada. Apertei meu passo e mandei ver… corri, corri  e como corri! Passei quase todos que ali estavam, inclusive o senhor José de 85 anos. Na chegada, haviam umas cadeiras para o alto escalão do exército,  e como a prova já estava no final, estavam vazias, então fui logo sentando e quase desmaiando. Um milico chegou perto de mim e falou – “primeira prova de 10”? Olhei para ele com a visão embaçada respondi – foi! O milico virou novamente rindo e falou: “você ta vermelho demais! Está sentindo dor não”?  – Respondi: “meu amigo eu não estou sentindo dor, as pernas, os braços, nem o ar que estou respirando…ali mesmo cai no chão e fiquei por uns dez minutos”. Meu resultado oficial é 01h05min: minha classificação geral foi 290 em 700 inscritos. Gostariam de  saber o tempo do senhor José de 85 anos? 1h12min…esse senhor não é fácil não! No final da prova tentei arrumar uma carona na Ambulância, mas não deu!!!

30/08/2009 - Posted by | Correr

16 Comentários »

  1. Aehhhh … são histórias como esta que mostra o quanto podemos evoluir, e ir mais longe, ainda lembro do meus primeiros 7k, pensava Deus isso nunca vai acabar … kkkk
    Hoje é correr os longões e apenas ter pernas para ir cada vez mais longe …

    Abraços e Sucesso Sempre meu Amigo !

    http://porqueeucorro.blogspot.com
    Eduardo Acacio

    Comentário por Eduardo Acacio | 12/07/2011 | Responder

  2. Genial o seu relato…
    Ri muito…
    Ótimo!

    Comentário por Regina | 12/10/2009 | Responder

  3. Muito interessante esse teu relato,emocionante.Mas teu tempo foi ótimo ,ainda mais por ser a primeira prova de 10km.Pode ter certeza que cada prova terminada vai te trazer uma sensação de dever cumprido,e a vontade de correr outra e outra.Sem falar que os amigos se multiplicam e a saúde agradece.Espero que a gente se encontre aí pelas corridas pra selar esta amizade.

    ABRAÇOS
    Isabel

    Comentário por isabel | 17/09/2009 | Responder

  4. Ei Guto, estava lendo aqui suas aventuras na corrida de rua…chego lá!!! Estive na Maratona das Estações – inverno- fotografando. O clima é contagiante mesmo…em breve estarei sem a câmera no punho…rss

    abs

    LuLeal

    Comentário por Lu | 05/09/2009 | Responder

    • Bakana…quem sabe na próxima vc bate uma foto minha e publica!!! rsssss Boa sorte!

      Comentário por bloguto | 05/09/2009 | Responder

  5. Augusto, parabéns por completar sua primeira prova de 10K e pela história, pois foi bem divertido…rsrsrs… agora é continuar treinando para fazer a Pampulha!
    Abraços

    Comentário por Rogério | 04/09/2009 | Responder

    • Cara Pampulha…inscrição feita, agora falta coragem!!! rss Valeu!

      Comentário por bloguto | 04/09/2009 | Responder

  6. Prezado Guto, uma satisfação conhecê-lo. Nossa equipe é de ponta, geralmente da ponta de trás. Estaremos no Circuito das Estações e também nas 10 milhas. A luta contra a ambulância também faz parte da nossa história nas pistas. Um abração.
    Miguel Delgado – Baleias/BH

    Comentário por Miguel Delgado | 02/09/2009 | Responder

  7. Parabéns por esse super desafio completado! Que venha a Pampulha agora. Em dezembro, estaremos aí. Abraços

    Comentário por Ricardo Hoffmann | 02/09/2009 | Responder

    • É isso ai Ricardo, em dezembro estaremos juntos na Pampulha… Valeu!

      Comentário por bloguto | 02/09/2009 | Responder

  8. Não subestime os “baleias” não rsss Olha o naipe dos caras:http://baleias-corridaderua.blogspot.com/
    Rsss A primeira de 10 km é assim mesmo!Parabéns!

    Comentário por Lilica | 01/09/2009 | Responder

    • Os caras são feras…d+!!!

      Comentário por bloguto | 01/09/2009 | Responder

  9. rsrsrs! Parabéns pela sua 1ª prova de 10K! Sei bem o que vc sentiu, outro dia numa corrida aqui em Pira só com feras, atrás de mim spo tinha o pessoal do Tiro de Guerra e que fizeram a corrida toda cantando pra botar ritmo..rs mas temos que ficar felizes por não cruzarmos a chegada DENTRO da ambulância…rs Abraço! E vamos correndo!

    Comentário por Augusto | 31/08/2009 | Responder

    • É isso ai Xará…

      Comentário por bloguto | 31/08/2009 | Responder

  10. Guto,

    A emoção da primeira prova de 10K é inesquecível. Quem corre entende exatamente o que você expressou nesse post: a sensação de vitória mesmo sem ter adversários, a não ser as metas que colocamos para nós mesmos.

    Abraço,

    Cassio Politi
    São Paulo
    http://dialetica.org/corrida

    Comentário por Cassio Politi | 30/08/2009 | Responder

    • Valeu Cassio…é isso mesmo a emoção toma conta da alma!

      Comentário por bloguto | 30/08/2009 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: